Wednesday, August 27, 2008

Amor Profundo

E o passado quente regressa do Inverno do coração. Porque o sonho permanece em nos, porque ainda acreditamos. Não temos casa, não temos sitio, não temos lugar; as ruas rejeitam os nossos pés as pessoas olham-nos como fantasmas patéticos que nem sequer assustam. Mas persistimos, porque amamos. E porque temos um passado que nos aquece e conforta. Porque nos temos a nós.
O teu sorriso doce e profundo acende a estrela triste que se ajeita no meu pensamento, as tuas palavras assustam os meus demónios , avivam o amor à cicatriz que nada mais é senão a prova de que sobrevivi. A tua voz tão arrastada e melancólica às vezes,tão carregada de uma esperança aberta devolve-me a crença, devolve-me o espelho que tu , com cuidado, ajeitaste e ajustaste ao meu mundo, ao meu ser.
Se não te deixares vencer pela desgraça e deixares que a estrela te guie tens ainda uma hipótese de marcar o nevoeiro do mundo com o sorriso da tua existência. Relembraste-me que ainda sou capaz de sorrir . Porque me tenho a mim. E parte de ti.