Friday, October 10, 2014

Magia

Alguém uma vez me disse : o problema dos contos de fada é que não são reais. Apanhei-me quase por imediato a pensar qual era o conto que era realista, não há nenhum. Não há nenhum livro, nenhum poema, nenhum quadro realistas. Não são o dia-a-dia. Isso não teria interesse. Algo há neles profundamente não realista - e é daí que advem todo o realismo plausível e encantador.

E então o amor falha, a vida falha, e até a esperança se torna num moribundo preso à vida por um fio de dor. Os amigos falham, os amantes falham, a Primavera falha, a sabedoria falha, o futuro falha, o dia melhor falha. Tudo falha. E tem de se começar de novo mas com os olhos já com essa visão, do gigante falhanço de todo o mundo.

Alguém uma vez me disse: gosto de contos com final feliz sobretudo quando são incrivelmente simples.


E toda a harmonia do Universo pareceu, calmamente, bater palmas. Como se a vida tivesse encontrado o seu lugar no mundo e ambos estivessem em paz em cada pedaço de coração. Subitamente, o mundo pareceu ter exactamente o tempo suficiente para cada homem celebrar a vida.

2 comments:

Fernando said...

Tens de ler os contos de Maupassant ou de Thomas Mann. E é claro que os finais felizes podem acontecer e tu vais ter um, já eu vou-me contentar com a inveja que esse teu final proporcionar-me-á.

Morrer seria bom.
meu blogue: http://instintovalioso.blogspot.pt/

meu mail: fernando_coutinho@live.com.pt

pantalaimon said...

Qualquer final pode acontecer. Para quê desejar o mau?