Wednesday, October 10, 2007

Consciência

Orgulhas-te de ti. Sim, tens orgulho. Dizes chamar-te Aquiles, dizes sê-lo. E tens toda a razão. Não consegues reparar que o teu calcanhar está desprotegido e que vais sucumbir, que vais cair dolorosamente. Ha! se ao menos protegesses o calcanhar! Mas nem te esforças, o teu amor próprio excessivo não te deixa ser sensato. Riste-te, troças dos outros... Se ao menos soubesses que cairás por um mísero calcanhar... !Rio-me eu, sem sorrir, a tua queda é o teu castigo. E o teu castigo é o teu ensinamento. Tudo por um calcanhar... Terá valido a pena?
Perdi a vontade de rir. Pergunto-me se protegi bem o meu calcanhar.
Serei o teu espelho?
Não. Eu tenho consciência da minha fragilidade.

WinGs